Já é inscrito no SIMBRAVISA 2016?

FAÇA SUA INSCRIÇÃO

TRABALHOS CIENTÍFICOS

PROGRAMAÇÃO

PROGRAMAÇÃO CULTURAL
HomeComissões Convidados Cursos Pré-Simpósio ExposiçãoNotíciasCarybéLocal do EventoHospedagemFAQContato
 

Homenagem a Carybé


O 7º Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária faz homenagem a um dos estrangeiros mais baianos que a nossa terra já acolheu, o artista argentino Hector Bernabó, mais conhecido como Carybé (1911-1997). Pintor, escultor, muralista, ilustrador, desenhista, ceramista, entalhador, foi ainda jornalista, historiador, pesquisador. Nascido em Lanus, aportou pela primeira vez na Bahia em 1938, e entre ida e vindas, chegou definitivamente em Salvador em 1950 onde viveu até sua morte.

Impulsivo e de grande afetividade e emoções foi amigo e parceiro, na realização de obras, do fotógrafo francês Pierre Verger, também radicado em Salvador, do escritor Jorge Amado e do compositor Dorival Caymmi, entre outros ilustres baianos. A Bahia tornou-se sua inspiração e abrigo. Sua obra refletiu os detalhes da miscigenação, da cultura e em especial da sua gente  e a maior  parte do seu trabalho de Carybé destacou cores e movimentos de pessoas, quer no trabalho, quer nas ruas, nas danças, nas festas, etc.

 É a partir dessas características de suas obras que esperamos realizar o 7º Simpósio Brasileiro de Vigilância Sanitária entre os dias 26 a 30 de novembro de 2016. As variadas cores e movimentos da obra caryberiana certamente refletirá o intenso e caloroso debate que ocorrerá durante o 7º SIMBRAVISA cujo oportuno tema será  “O SUS e seu Sistema Nacional de Vigilância Sanitária” .

A obra escolhida representa a população brasileira nas suas diversidades que deve ter seus direitos à saúde e qualidade de vida garantidos, acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS) e também garantida a proteção da sua saúde pelo Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS). Também nos remete a pensar nas pessoas e grupos que lutam pela construção desses sistemas, quer trabalhadores, dirigentes e sociedade civil organizada.

Como referiu Jorge Amado: Baiano verdadeiro não é o que nasce mas o que renasce na Bahia. Assim foi Carybé.

http://www.carybe.com.br

 

Realização:

Apoio:




Desenvolvido por Zanda Multimeios da Informação